quinta-feira, 5 de dezembro de 2013

Resenha: Inferno (Rêê)

Inferno - Dan Brown
Editora: Arqueiro
Páginas: 448

Sinopse: Neste fascinante thriller, Dan Brown retoma a mistura magistral de história, arte, códigos e símbolos que o consagrou em "O Código Da Vinci", "Anjos e Demônios" e "O Símbolo Perdido" e faz de Inferno sua aposta mais alta até o momento. No coração da Itália, Robert Langdon, o professor de Simbologia de Harvard, é arrastado para um mundo angustiante centrado numa das obras literárias mais duradouras e misteriosas da história: O Inferno, de Dante Alighieri. Numa corrida contra o tempo, ele luta contra um adversário assustador e enfrenta um enigma engenhoso que o leva para uma clássica paisagem de arte, passagens secretas e ciência futurística. Tendo como pano de fundo poema de Dante, e mergulha numa caçada frenética para encontrar respostas e decidir em quem confiar, antes que o mundo que conhecemos seja destruído.

Aah, o que dizer desse livro? Pow, é Dan Brown né? É Robert Langdon... Não preciso dizer mais nada...

Então, mais uma história surpreendente do simbologista Robert Langdon, começando em um hospital, você logo se pergunta o que está acontecendo e quem quer matar Langdon... Pois é, e no hospital, Sienna entra em cena... Quem é essa moça? O que ela realmente quer? Porque ela o ajuda? Uma história, um livro cheio de perguntas, que te prende do início ao fim.

Faz-te pensar sobre questões do mundo, como a superpopulação ou sobre como uma mentira bem elaborada pode enganar muita gente e mudar o rumo de certos fatos. Envolvendo a OMS e um certo “Consórcio”, um cientista e um simbologista. Tenho medo de escrever muito, e acabar com a graça do livro (se não tá afim de saber um pouco da história, pule para o próximo parágrafo), mas Robert acorda em um hospital, com um tiro na cabeça e sem se lembrar de nada e, de repente, descobre que tem alguém tentando matá-lo e que mata um médico em sua frente. Então, surge a inteligente Sienna Brooks que resolve ajudá-lo. Langdon descobre que seu caro paletó, tem um bolso secreto, com um objeto cilíndrico e resolve abrir o cilindro, dentro deste, encontra um cilindro ósseo medieval dotado de um projetor laser que projeta uma versão levemente modificada do Mapa do Inferno de Sandro Botticelli. Então, ele e Sienna partem em busca de respostas e de uma suposta peste que geneticista bilionário  Bertrand Zobrist criou e que não se sabe suas proporções ou seus riscos.


Bom, não tem mais muito que falar, não preciso contar a história pois tem a sinopse pra isso siuusiha. Ele é maravilhoso, surpreendente, fantástico. Nunca imaginei um desenrolar da trama tão maravilhoso... O melhor de todos os livros do autor (na minha humilde opinião e não li anjos e demônios) e, quem sabe até, o melhor livro que eu já li. 

3 comentários:

  1. Oi, sou do blog http://os-jovens-leitores.blogspot.com.br/. Gostei da resenha, eu já li os livros Anjos e Demônios e Código da Vinci, e gostei muito desses livros, então vou tentar ler nas ferias se conseguir.

    Já to seguindo o blog :)

    ResponderExcluir
  2. Já li todos os livros do Dan Brown, são perfeitos! Sou mega fã do Robert. Parabéns pelo post! Beijo!
    http://booksmanybooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Quero muito ler esse livro *0*
    Ah, eu te indiquei uma TAG, se querer responder:
    http://lendocomchuva.blogspot.com.br/2014/01/selo-liebster-award.html
    :D Valeu

    ResponderExcluir